Você sabe como surgiu o modelo de sapato Scarpin?

Agradeça a Christian Dior por ter revolucionado a moda lá em 1947 e ter criado, não só peças de roupa elegantes e sofisticadas com volume e sensualidade, como também o nosso tão amado Scarpin. Sua coleção “New Look” foi tão inovadora e bem vista que faz sucesso até os dias atuais.

“Eu queria que meus vestidos fossem ‘construídos’, moldados sobre as curvas do corpo feminino, cujos contornos eles

iriam estilizar”, disse Dior. Em virtude do padrão de beleza estipulado para a época – Betty Grable, por exemplo, era considerada um símbolo sexual da  época – e a clara falta de visibilidade para mulheres mais gordas em desfiles de moda, as roupas eram em maior parte usadas por moças magras, de cintura fina, quadris pequenos e bustos grandes, da mesma forma que Christian construiu suas peças tão aclamadas pela sociedade dos anos 40.

Por sorte, podemos dizer que os tempos mudaram e, apesar de toda a agitação positiva que a “New Look” causou no mundo feminino Pós-Segunda Guerra, os padrões de beleza estão cada vez mais disseminados na nossa sociedade, podendo assim, conhecer e apreciar todos os tipos de corpos.

O Scarpin, que antes era visto como um calçado sério e fino, foi sendo combinado com diferentes estilos com o passar dos anos. Nos anos 60, graças ao movimento punk que era cada vez mais visto e aderido, o sapato era combinado com calças jeans rasgadas. Nas décadas de 70 e 80, o salto era utilizado com saias curtas ou calças justas e coloridas, dando um ar divertido e descolado ao visual da época.

Tudo depende das peças que acompanham o salto alto mais querido de todos os apreciadores da moda, você pode ser vista como uma mulher séria e profissional ou como uma estrela do rock, mas uma certeza é que, seja lá qual for o seu estilo, você vai estar incrível e pronta para arrasar!

 

Compartilhe!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *