CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

Uma dar marcas mais famosas e consagradas do mundo, e sobretudo no mundo da moda, a Dior é sinônimo de sofisticação em qualquer lugar. Mas como a marca surgiu? Quem foi o responsável por tanto sucesso? E qual o tamanho da influência dessa marca na moda atualmente? Todas essas perguntas se respondem sabendo quem foi e o que fez Christian Dior.

O que todo mundo sabe é que a marca é basicamente um império e veste as maiores estrelas do mundo, tanto homens quanto mulheres.

QUEM FOI CHRISTIAN DIOR

Grandíssimo estilista, o francês nasceu em Granville, cidade litorânea ao norte do país, em 1905.

Filho de um comerciante, o garoto se mudou com a família para Paris ainda cedo, aos cinco anos de idade. Desde garoto ele já desejava ser artista, mas os pais gostariam que o filho fosse diplomata, por isso, estudou Relações Internacionais.

Ao fim da graduação, abriu uma galeria de artes com um amigo, onde vendia quadros, os mais famosos eram de Picasso. A crise mundial de 1929 obrigou-o a fechar a galeria.

Esse evento marcou sua entrada no mundo da moda, para revolucionar a forma como as pessoas se vestiam e entrar para a história. Conhecido pelos exageros nos comprimentos e pelo New Look, Christian Dior deixou seu nome na história.

CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

COMO ENTROU NO MUNDO DA MODA

Com o fechamento da galeria, Christian Dior vendeu alguns croquis para alguns jornais da época e começou a trabalhar com a alta costura como assistente do estilista Robert Piguet em 1938. O jovem mostrava potencial, mas a Segunda Guerra Mundial se mostrava ao mundo, e Dior foi chamado ao serviço militar em 1940.

Já no fim de seus serviços em 1942, começou a trabalhar para o estilista
Lucien Lelong , que se tornaria famoso tempos depois.

Finalmente em 1946 conseguiu ter sua própria Maison. As Maisons, são as galerias gigantescas que existem até hoje em Paris, onde as grandes marcas expõem seus trabalhos. Esse feito só foi alcançado aos 41 anos.

De qualquer forma, a mansão só foi realmente considerada aberta com o lançamento da primeira coleção, em 1947.

CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

NEW LOOK

A primeira coleção já causou grande impacto. Com saias na altura dos calcanhares, cintura bem marcada e ombros arredondados, o mundo da moda teve uma reviravolta. O visual novo que aparecia foi batizado de forma bastante literal. Uma crítica jornalista de moda chamou as produções de Dior de “New Look”, e isso mudou o conceito da moda.

Com um estilo que revolucionava tudo o que era comum na época, principalmente para o pós guerra, Dior mudou tudo. O estilo simples que exaltava a feminilidade, estabelecido por Coco Chanel, foi alterado para o estilo sofisticado, complexo e de tecido abundantemente.

Esse estilo marcou o fim da ideia de racionamento que existia desde o início da Guerra. O exagero no uso dos tecidos mostrava que não era mais necessário poupar recursos.

Além disso, o estilo New Look se perpetuou e se tornou a maior referência à Christian Dior que já existiu.

CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

A REVOLUÇÃO NO PRÓPRIO ESTILO

Em 1954 Christian Dior revolucionou novamente o mundo da moda. Lançando a linha H, o estilista descaracterizou tudo o que o tornou um ícone da moda. Mas os modelos tubulares que escondiam as curvas ao invés de ressaltar também fizeram enorme sucesso e continuaram a consagrar a marca.

CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

MORTE E CONTINUAÇÃO DA MARCA DIOR

Em 1957 Christian Dior faleceu com um ataque cardíaco fulminante enquanto estava de férias.

A marca passou por anos fora dos principais holofótes, embora continuasse forte. Só em meados dos anos 90 que a marca voltou a ser forte com a entrada do estilista John Galliano, que ganhou o mundo com o estilo ousado.

CHRISTIAN DIOR E A HISTÓRIA DA MODA

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *